Em Re-construção Constante

Não adianta parar, o caminho não termina porque você cansou. Ele termina quando você chega.







terça-feira, outubro 14, 2008

DIMINUICAO

Pego os fragmentos um por um, o que se foi? Tres se tornam dois, e dois se tornam um.
Eu perguntei ao sabio chines quem eu era e ele repondeu: DIMINUIÇAO, pronta a transmutar em GRANDES POSSES, mas eh preciso se tronar um, e se tornar um parece ser diminuir. Mas nao eh, na verdade eh ser sem tamanho. Aceitar e perder a forma. abandonar a humanidade. 

A minha humanidade se agarra com tanta força aos meus cabelos que talvez eu deva raspa-los. Ela luta dia-a-dia pra nao morrer, alimentando a minha vaidade, a minha auto-piedade, corroendo a minha vontade. E o pior, apenas reconhecer isso nao me cura, apenas reconhecer isso nao me leva a nada.

No momento, Mirdad eh meu mestre. E que mestre! Obrigado, K! Sem voce eu nao teria encontrado Mirdad. Mas eu me assusto diante da dificuldade de atingir tamanha simplicidade.

Mas se eu estou disposta a morrer? Sim, sempre, so nao sei como fazer. Ainda. 

Me aguarde.

2 comentários:

lulu disse...

apenas reconhecer isso não é suficiente...
e essa é nossa maldição !
por hora !

k disse...

duas maluquinhas....grandes maluquinhas.... duas grandes maluquinhas queridas... deixa kali livre e ela se libertará...