Em Re-construção Constante

Não adianta parar, o caminho não termina porque você cansou. Ele termina quando você chega.







segunda-feira, dezembro 01, 2008

Turning Point que mais parece fim-da-linha


Entao. 
Cheguei a esse ponto da sensaçao de começar a desintegrar.
Eh um vazio, e por atavismos, o vazio tem elicitado angustia.
Derrepente nao escuto a voz de mais ninguem ecoar no labirinto.
Estou so. Sempre estive de fato. Mas agora eu noto.
O circulo se desfez, se esfarelou no ar, no espaço virtual.
Que dizer, ele nunca existiu de fato.
Mas agora eu sinto.
So nos eh possivel nos relacionar como individuos (e mesmo assim, muito esparsamente), pois a energia de grupo se foi.
E agora?
Exercito de uma unica pessoa.
a frente, atras, dos lados, por cima, tudo aberto.
Nao existira ninguem para cobrir a retaguarda durante o ataque.
E de onde ele vem?
Ora, do unico lugar possivel.
Do fundo do meu medo.
Hora de manter-se em alerta. As garras e presas afiadas.
Afinal, eu ja era loba antes.
Uma solitaria loba da estepe (ainda, que muitas vezes, me comporte como meu poodle neurotico e consiga dormir no ponto mais que um narcoleptico).

Baseado em conversa sobre o circulo com Lulu, expandido pela associaçao (nao muito) livre.


9 comentários:

k disse...

"então...vc entra e esperar o didi lançar pelo alto... vc pega a bola na esquera e marca cruzado na direita do gol" e Então Mané Garrincha perguntou: tá bom, chefe...mas vc avisou o beque....que papo é esse de expandir o círculo? é... esqueceram de avisar o beque!

lulu disse...

não é o círculo...
é o post, não kali?

expandido se refere ao post !

Raskom disse...

Entao, vc esta na defesa. E o Mané Garrincha no ataque.
Mas não avisaram o beque...e mesmo que tivessem avisado, tenho a impressão que daria na mesma! Uma impressão...que é quase uma certeza, se não é!

k disse...

raskom...como vc é babaca.... vc é como um incômodo com o qual a gente se acostuma... nem lembro mais...mesmo incomodando.... quando vc morrer, apenas sentiremos o alívio...e logo depois esqueceremos até o alívio.. pois, não faz diferença...vc existir fantasmaticamente aqui...ou não!!!! bundão!

k disse...

Minha poesia é como um choro...
Minha poesia é como um lembrar triste...
Minha poesia é como um recado... do meu coração para o meu coração...
Sai dele, estrábico, vai à cabeça... tonta, e volta:
estrábico!!

...for Kali....

KALI, desesperadamente humana. disse...

Era expandindo o post mesmo Lulu, nao o circulo. Expandindo a nossa conversinha daquele dia.

O circulo se desfez, ou talvez tenha se expandido (nao em quantidade de participantes, mas na distancia entre eles) tanto que nao conseguimos mais divisar o seu contorno. Afinal, uma linha reta eh so uma pequena secçao de uma curva infinita...

Raskom disse...

Você não entende nada e ainda diz que eu sou babaca...vá plantar batatas!!!

k disse...

Aos poemas, as batatas!

Raskom disse...

é...é isso! na mosca!