Em Re-construção Constante

Não adianta parar, o caminho não termina porque você cansou. Ele termina quando você chega.







sábado, abril 17, 2010

Checando


Nos movemos, de tempos em tempos, por entre a sonolência constante e os dias infinitos que se sucedem. Nos movemos, indo para onde não sabemos, apenas intuindo que já estamos lá.

Nos movemos, sem quase nos perceber uns aos outros. Nos movemos, mas nem todos na mesma direção.

Eu estendo a minha mão para tocar o futuro e ele não existe. Me movo em direção do
nada, do incriado.

Eu sinto a falta e a ânsia constante, apenas de vez em vez a ilusão de saciedade ( ilusão perigosa que leva a comodidade). A natureza humana é mesmo infernal.

Alguém já despertou?

5 comentários:

Carlo disse...

Poucos textos merecem ser lidos, este faz parte dessa pequena minoria!

KALI, desesperadamente humana. disse...

Obrigada

Roger $immon$ disse...

Parabens pelo blog
achei por acaso
mto bom mesmo
continue assim

lulu disse...

continue assim é foda ! hahahaha

Terráqueo disse...

Que bom que eu fui movido para esse blog. Muito bom.