Em Re-construção Constante

Não adianta parar, o caminho não termina porque você cansou. Ele termina quando você chega.







segunda-feira, julho 24, 2006

À meia-noite eu ergo minha alma
As corujas estavam à procura de alimento;
As raposas murmuravam impaciente calma,
Elas suportam tanto mal com seu pálido lamento.
Eu pensei sobre as eternidades adiadas
E comandos que obedecidos pela metade fossem.
As brisas noturnas através da clareira sussuradas
Como se uma força de homens ali estivesse;
A palavra era sussurada pelas posições
E cada herói clamava sua lança;
A palavra era sussurada pelas posições
Avança.

Henry David Thoreau.

2 comentários:

kaslu disse...

O Morcego



Meia-noite. Ao meu quarto me recolho,
Meu Deus! E este morcego! E, agora, vede:
Na bruta ardência orgânica da sede
Morde-me a güela ígneo e escaldante molho.

"Vou mandar levantar outra parede..." -
Digo. Ergo-me a tremer. Fecho o ferrolho
E olho o tecto. E vejo-o, ainda, igual a um olho,
Circularmente sobre a minha rede!

Pego de um pau. Esforços faço. Chego
A tocá-lo. Minh´alma se concentra
que ventre produziu tão feio parto?!

A consciência Humana é este morcego!
Por mais que a gente faça, à noite, ele entra
Imperceptivelmente em nosso quarto!

Augusto dos Anjos

kaliandra disse...

Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a ingratidão, esta pantera,
Foi tua companheira inseparável!
Acostuma-te à lama que te espera!
O homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.
Se alguém causa ainda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!


Agustos dos Anjos
..............

Versos Íntimos me perseguiu quando eu era mais jovem. Mas antes eu achava que a mão que apedrejava era vil. Quão tola, quanto engano.

As pedras são bem vindas, aqueles que mais nos acariciam são os que mais nos aviltam.

..............
Avante!