Em Re-construção Constante

Não adianta parar, o caminho não termina porque você cansou. Ele termina quando você chega.







domingo, julho 01, 2007

CONTINUO

Porque chovia, ventava e fazia sol num mesmo dia, todos os dias, eu ia de um extremo a outro, yin e yang.
Tem dias que eu quase esqueço...
Mas então eu lembro, porque a cicratiz no meu coração começa a arder, começa a coçar, como se fosse cicratrizar, mas só como se fosse.
Eu continuo de pé, sobre os dois pés, eu continuo.
Eu continuo.
TE ENCONTRO EM BREVE, ANTES DA CURVA DO CAMINHO, ONDE TODOS OS CAMINHOS SE TORNAM UM.

2 comentários:

LCL disse...

A beleza de uma noite de chuva é um pouco como a beleza de uma tarde de sol, num dia de calor. Quando não há idéias feitas sobre o céu escuro, ou sobre a ardência do deserto, existe apenas a realidade pura, em toda a sua grandeza. O encanto das coisas é sempre novo e imprevisto, não importa o que seja.

KALI disse...

Ein?