Em Re-construção Constante

Não adianta parar, o caminho não termina porque você cansou. Ele termina quando você chega.







segunda-feira, fevereiro 23, 2009

Little Brain in the Heart


Estava vendo o  este documentario sobre transplante de coraçoes no More4 e lembrando daquele post piegas sobre St Exupery ( O Pequeno Principe )que andei postando por aqui na tentativa de falar sobre a unicidade deste orgao e tentar ir alem da ideia de mecanicidade que ainda domina a maneira de ver o corpo humano e seus orgaos. 

O documentario fala de como pessoas receptoras de transplante de coraçao desenvolvem gostos semelhantes aos dos doadores. De onde viriam essa memorias? Seriam memorias realmente ou apenas mudanças causadas pelo trauma de um transplante de coraçao? 

 Mas o interessante do documentario foi mostrar a relaçao entre o cerebro e o coraçao. Segundo um dos cientistas entrevistados, o coraçao manda mais informaçao para o cerebro do que o cerebro para o coraçao. Tambem foi encontrado no coraçao um pequeno conjunto de neuronios, semelhantes aos cerebrais, que poderiam ser responsaveis por essas memorias, alem de capacitar o coraçao a gerar um tipo de inteligencia. O coraçao tambem eh o maior gerador de sinais eletromagneticos no corpo, o campo eletromagnetico do coraçao se prolongaria por seis pes de distancia do corpo. 

O significado maior disso eh que, ao contrario do ideal localizacionista/analista (cada coisa com sua funçao, cada pedaço uma coisa especifica) que ainda impera na ciencia, a inteligencia nao seria privilegio do cerebro, da cabeça, mas estaria de alguma forma espalhada pelo corpo (ja ouvi falar que neuronios semelhantes tambem foram encontrados no intestino).

Nada novo para nos, ainda mais sabendo (sentindo) do que compartilha da mesma localizaçao que o coraçao fisico. Mas eh interessante ver que algo especial sobre o coraçao (mas do que uma bomba muscular) vem sendo provado pela ciencia. Nao que precisemos de provas cientificas para agirmos com o coraçao ou tentarmos recuperar a lembrança do corpo, mas que da uma certa satisfaçao, da.


Para o documentario:
Mindshock- Transplanting Memories
http://video.google.com/videoplay?docid=6772892114095964185

5 comentários:

Raskom disse...

Talvez os neurônios ao redor do intestino que você falou sejam as células do plexo solar...e já que comecei com um "talvez"...quem sabe se a harmonia do plexo solar não esteja relacionado com a seleção do que deve ficar e do que deve sair do corpo?

Falando do coração, ele possui atividade elétrica independente (já ouviu falar do nó sino-atrial?)...a comunicação do cérebro com o coração pode ser mediada por hormônios (como quando as supra-renais liberam adrenalina e o coração dispara).

Raskom disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Raskom disse...

Explicação dentro da Física: " Uma corrente elétrica, passando por um condutor, produz um campo magnético ao redor deste condutor, como se ele fosse um imã. No caso de o condutor ser em formato cilindrico, observamos a corrente que forma um campo magnético que acompanha o cilindro. Ver figura. Analogamente, se chamarmos de condutor aos nervos, ao passar a corrente elétrica através deles, ao seu redor será criado um campo magnético. Se tivermos vários "fios" enrolados e emaranhados, o campo magnético gerado pela corrente elétrica é muito maior.O sistema nervoso é complexo e se distribui em todo o corpo físico denso em verdadeira rede de eletricidade.

O coraçao tambem eh o maior gerador de sinais eletromagneticos no corpo, o campo eletromagnetico do coraçao se prolongaria por seis pes de distancia do corpo.

uma nova forma de ver...

weiss disse...

maneiro.. tem uma pentagrama especial sobre o coração, vou tentar achar e mandar o link

weiss disse...

maneiro.. tem uma pentagrama especial sobre o coração, vou tentar achar e mandar o link