Em Re-construção Constante

Não adianta parar, o caminho não termina porque você cansou. Ele termina quando você chega.







quinta-feira, outubro 08, 2009

Todo dia o dia todo

Existem tendências que seguimos quase que invariavelmente, apesar de acreditarmos no livre-arbítrio. Tendências que tem raízes firmes nos nossos genes, na nossa espécie, no nosso inconsciente pessoal e coletivo, e nos astros, e na lei do karma.

Mas como foi dito, essas são tendências. Como um caminho na floresta. Você pode ir pela trilha já aberta, que está lá, definida, o traçado, ou você pode decidir sair do caminho e abrir uma nova trilha, ir por cima das árvores talvez. A questão é que você (eu) tem medo do lobo-mau, medo das serpentes, medo da morte, tem preguiça e tem muitas coisas para fazer e desfazer até o fim dos tempos. Sua tendência maior é sobreviver. Você quer perpetuar. Você quer ser imortal, mas é só um fantasma.

Eu não tenho nenhuma direção a apontar.

Eu não tenho nada a ensinar.

Me movo por pura inércia.

Eu preciso de café para me manter acordada aqui, enquanto lá eu durmo. Do outro lado, onde os símbolos são reais, onde todos somos eu, e eu não sou.

Um comentário:

Jaiminho disse...

haja "engenheiros do hawai"...
no post passado me veio "...Não posso entender o que fizeram com nossas vidas
Não posso entender por que viramos suicidas..."

agora me veio "...Surfando karmas e DNA...
na falta do que fazer, inventei a minha liberdade!!..."

mas as vezes acho que cazuza estava certo, somos apenas "cobaias de deus".

(...um deus de saia =o) )

saias a parte, a duvida do seculo.
solidão infinita, "os outros são o inferno" e "Fechado numa casca de noz, eu poderia julgar-me rei de um espaço infinito.."

como disse uma amiga minha "o universo a meu redor me parece menor que meu infinito particular"...e cada dia este infinito me parece mais vazio e esteril....

preciso de café para pode durmir! ;o)

afinal, apesar de não me enquadrar nos "... medo do lobo-mau, medo das serpentes, medo da morte, tem preguiça e tem muitas coisas para fazer e desfazer até o fim dos tempos. Sua tendência maior é sobreviver. Você quer perpetuar.",
o "Você quer ser imortal, mas é só um fantasma." me serviu como uma luva.