Em Re-construção Constante

Não adianta parar, o caminho não termina porque você cansou. Ele termina quando você chega.







sábado, janeiro 23, 2010

Tatuagem




“No caminho do guerreiro, mulheres não se sentem importantes” ela prosseguiu num tom de alguém recitando de memória, “porque importância só faz aguar a ferocidade.”
“No caminho do guerreiro, mulheres são ferozes. Elas permanecem ferozmente impassíveis sob quaisquer condições.

“Elas não demandam nada, ainda assim elas estão aptas a dar tudo de sí mesmas.

“Elas procuram ferozmente um sinal do espírito das coisas na forma de uma palavra gentil, um gesto apropriado; e elas continuam, elas expressam seus agredecimentos redobrando a sua ferocidade.

“No caminho do guerreiro, mulheres não julgam. Elas se reduzem ferozmente a nada, de forma a ouvir, a observar, e só então elas podem conquistar e serem humildes por suas conquistas; ou serem derrotadas e melhoradas por suas derrotas.

“No caminho do guerreiro, mulheres não se rendem. Elas podem ser derrotadas mil vezes mas nunca se rendem.

“E sobre tudo, no caminho do guerreiro, mulheres são livres.”

Florinda Mattus em The Witch’s Dream, por Florinda Donner Grau

Talvez eu deva fazer disso a minha prece, o meu mantra, lido e repetido diariamente, e me ensinando a ser assim, eu vou acabar acreditando, meu corpo acabara se lembrando.
O corpo sabe, todas as minhas células sabem, só a minha cabeça bagunçada não entende.

Me lembro uma vez, lendo um artigo sobre o treinamento de soldados - acho que russos, ou Mariners americanos, algo assim - , um treinamento bem feroz, daqueles que a gente vê em filmes, o treinador falava: “Seu corpo pode aguentar, a questão é, sua mente pode?”

Apesar disto ter ficado gravado em minha cabeça, eu nunca de fato, salvo pouquíssimas tentativas, coloquei isso em prática. No fundo eu sempre tive medo.

Minha mente é fraca e meu espirito é forte? Ou sou toda fraca? E meu corpo?

Descobrirei em breve, ou vou morrer tentando.

Sobre a solidão, sobre a qual eu e Lulu conversavamos:

“Florinda tinha me avisado que qualquer um que escolha o mundo do nagual tem que estar preparado para solidão feroz.
Ela tinha deixado claro que para ela, solidão não significava estar solitária, mas um estado físico de solitude.”

(ibide)

Bem ela usou três palavras aqui que parecem sinônimos, mas significam três estados diferentes. ‘Aloneness’, que eu traduzi como solidão, mas que não tem necessariamente uma conotação negativa, ‘loneliness’, que significa que a pessoa está solitária e ‘solitude’, que normalmente significa uma situação prazeirosa de estar só.

A verdade é que ainda estamos distante do dia em que nós sentiremos, de forma mais constante e consistente, está sensação prazeirosa de estar só. Estar confortável na própria pele e só com ela. Somos um projeto em construção, e a única coisa que podemos fazer é endurar, ‘segurar a barra’. Seu corpo aguenta, mas e sua mente?

Lulu, obrigada pelo conselho, eu já escolhi meu monstro, e ele tem a minha cara.

...............
Ontem eu escrevi este post, e hoje, andando por uma galeria, eu vi esta frase na parede:

“Quando a mente desperta antes do corpo, nós esquecemos, temos medo, nos distraímos, nós esquecemos de construir espaços.”

A frase estava fragmentada e espalhada pelas paredes, mas este foi o significado que captei.

Hum...

2 comentários:

Jaiminho disse...

bom...
pode parecer brincadeira...
mas li a resposta do seu post anterior.
e eu responder, o que vc mesmo respondeu! =o)
“Florinda tinha me avisado que qualquer um que escolha o mundo do nagual tem que estar preparado para solidão feroz.
Ela tinha deixado claro que para ela, solidão não significava estar solitária, mas um estado físico de solitude.”

(ibide)

Bjs.
ps:não sei exatamente se sua difinição de solitude esta correta, mas as 3 palavras se fazem necessarias para enteder um pouco mais, a minha maior angustia...(acho que o termo seria) solidão. (ou incompletude...ou...)

http://www.correioespirita.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=370&Itemid=47

Jaiminho disse...

ps: faltou mais 1...sozinho

http://www.trilhandoporfora.com/2009_01_01_archive.html#5582153244656005028