Em Re-construção Constante

Não adianta parar, o caminho não termina porque você cansou. Ele termina quando você chega.







quarta-feira, agosto 11, 2010

Pedaços


Tem uns dias em que esse animal sangra. Ele se corroe de inveja de todas as vidas que parecem melhor que a dele. Ele se remexe em meu estômago e ameça rasgar-me por dentro, por fora, me fazer em pedaços.

Ele me devora porque eu o devorei. Eu e meu bicho. Nós nos acompanhamos pelos tempos incertos, sob o céu inclemente e contra vento no deserto. Nos dia em que eu me arrependo de tudo. Nos dias em que eu me pergunto quando as coisas começaram a sair dos trilhos.

E ele me responde: nunca estiveram. Os trilhos não são para os seu pés, e o trem não é o seu. Caminhe, corra, antes que eu te deixe em pedaços.

2 comentários:

K disse...

tudo que sempre te pedi é que me deixasse em pedaços...
mas sempre a ação foi minha...
pois então lhe darei mas uma vez a ordem máxima> acorde...desperte...nasça...
pois a hora é esta!

KALI, desesperadamente humana. disse...

Eu estou tentando, meu general.
Eu tento, mas nao sei como fazer, e sei que ninguem pode me mostrar.

Mas eu morro tentando.
Vale a pena morrer por isso.