Em Re-construção Constante

Não adianta parar, o caminho não termina porque você cansou. Ele termina quando você chega.







sexta-feira, fevereiro 11, 2011

AOS FANTASMAS, UM AVISO


As pessoas ficam tão apegadas à vida que não vivem de fato.
Tão apegas que sufocam-na. A vida perece por falta de ar.

As pessoas ficam tão apegadas ao passado que se esquecem de olhar pra frente, e por isso repetem-se, repetem-se, repetem-se.
Quem me olha no rosto acha que eu ainda sou eu, e esperam que eu repita, repita, repita.

Mas os mortos, estão mortos, e eu não pretendo revivê-los por vós.
A que nasce herda as memórias, mas as atitudes se esvaem, os laços se rompem.

Não recapitula-se em vão.

Aos fantasmas, um aviso, eu sou uma sombra e não esperem nada de mim.

KALIandra

Um comentário:

sonhonosonho disse...

O reconhecimento é mútuo e inconfundível! Continue uivando!!