Em Re-construção Constante

Não adianta parar, o caminho não termina porque você cansou. Ele termina quando você chega.







quinta-feira, maio 18, 2006



A Loba

Uma loba solitária uiva
afastada da matilha
durante dias seguiu ela
Uma mesma trilha
farejando seu próprio rastro

Sob suas patas negras
ela sente o pulsar
do coraçõa vivo da terra
que se mistura no ar
aos seus uivos

O vento uiva em uníssono
com a loba num lamento
por suas memórias perdidas
se dissolvendo no tempo
e no caminho

Sob seus pelos cinza
o coração de uma mulher
que a muito esqueceu
o que já era e já não sabe o que é
que está perdido

Onde estarão os meus filhos?
Humanos ou caninos?
Que há muito mudaram de estrada
e eu fiquei sem destino...
por enquanto

No coração da floresta
entre os membros da nova matilha
encontrará o que resta
para seguir sua trilha
e o final

por alguém que era antes de nataraja, antes de kali...Andra
.................................................................................................................
"Quem não sabe uivar não encontrará sua matilha."
(Charles Simic)

4 comentários:

Lulu disse...

Ok kali...Universo Líquido...Somente a Verdade...
caminhando juntos.....me parece......vc viu o último post lá?

Yazelovit disse...

seu blog está uma pintura...
um belo toque feminino.

kaliandra disse...

Sim, sempre.

L. F. Calaça disse...

corde lupinus, vestibus agnus.

heheheehehheheh